5 destinos para visitar no estado do Rio de Janeiro

5 destinos para visitar no estado do Rio de Janeiro

Das praias à serra fluminense, descubra destinos incríveis a menos de 300 km da capital

Dicas da Gabriela

Por Gabriela Temer, do blog Juju na Trip.

Vai visitar o Rio em agosto? Então que tal aproveitar para conhecer outras cidades ali perto? Há destinos incríveis de serra e mar a poucas horas da capital fluminense, e para ajudar você a se planejar, listamos os melhores deles neste post. Escolha o seu, compartilhe sua viagem na BlaBlaCar e aproveite!

Guia das praias do estado do Rio

PARATY, na Costa Verde

Um dos lugares mais lindos do Rio é Paraty, onde parece que o tempo parou. Só para contar um pouco de história, Paraty foi o porto por onde os portugueses escoavam para Portugal a produção do ouro das Minas Gerais. Muito bem preservada, a cidade guarda seu casario colonial, igrejas dos séculos 18 e 19, restaurantes românticos e calçadas com pedras pé-de-moleque.

1 - Paraty

Mas além de linda, Paraty é uma cidade cultural e vibrante, sede de festivais de destaque como a Flip (Feira Literária Internacional de Paraty), e onde há sempre movimentos de preservação do patrimônio imaterial importantes acontecendo. Cirandas, cortejos de Reis, Bumbas-meu-Boi e um teatro local de marionetes fazem parte dessa agenda. Fora isso, há um entorno de praias e belezas naturais. Se quiser um lugar ao sol, faça um passeio até Trindade ou para a Praia do Sono.

ONDE FICAR: de preferência, no Centro Histórico, ou perto dele.

COMO CHEGAR: Paraty fica a 254 km do Rio, pela BR-101 sentido São Paulo.

Compartilhe a sua viagem para Paraty:

Procurar viagemPublicar viagem

BÚZIOS, na Região dos Lagos

É a Saint Tropez carioca. Búzios merece todos os créditos que tem, e mais alguns.  A natureza caprichou por lá quando criou essa península com 15 praias belíssimas numa tacada só, cada uma de um jeito. E, para completar, além da exuberância natural, Búzios tem bons restaurantes, lojas legais e as famosas Rua das Pedras e Orla Bardot, que esbanjam charme.

Agora, ao mar! Para quem gosta de praias menores e mais aconchegantes, Forno, Foca,  Ferradurinha e João Fernandinho são perfeitas, sendo que as duas últimas são ótimas para SUP (stand-up paddle). Se a ideia é surfar, sua praia é Geribá. E se quiser agito e barracas com música, João Fernandes é a pedida.

Estado do rio de janeiro: Buzios SUP

Para comer bem e barato, o campeão é o restaurante O Barco. Ele é do mesmo dono da peixaria da cidade (o que significa peixes sempre muito frescos) e fica na Orla Bardot, com vista para um pôr-do-sol lindo. É um clássico de Búzios, assim como o Restaurante do David, na Rua das Pedras, que serve a melhor moqueca da área. De noite, vá bater perna na Rua das Pedras, e não deixe de comer um crepe no Chez Michou.

ONDE FICAR: Geribá, Ferradura, João Fernandes, Armação, Brava. Todas essas praias são centrais. Apenas a Rasa é mais distante.

COMO CHEGAR: Búzios fica a 175 km do Rio. Pegue a BR-101, sentido Santos.

Compartilhe a sua viagem para Búzios:

Procurar viagemPublicar viagem

ILHA GRANDE, na Costa Verde

Mais um paraíso a poucas horas do Rio de Janeiro. É uma ilha enorme, com 190 quilômetros quadrados, e onde não faltam praias paradisíacas, passeios, grutas, cachoeiras e trilhas. É considerada uma das mais lindas do litoral brasileiro, e guarda muitas surpresas e praias ainda intocadas.

Entre as praias mais lindas da Ilha Grande, estão Aventureiros, Parnaióca, Lagoa Verde e Lopes Mendes. Para conhecer as três primeiras, o ideal é fazer o passeio de barco de dia inteiro. O tour sai de Abraão por volta das 8h30m e passa pelo Cachadaço, Parnaióca, Aventureiro, Praia dos Meros e Lagoa Verde. Para quem quiser mais privacidade, o ideal é pegar uma lancha em vez da escuna. O passeio termina às 18h, com pausa para almoço no meio do caminho (a refeição deve ser paga à parte, pois não está incluída no valor final do passeio).

estado do rio de janeiro Ilha Grande

Já para chegar em Lopes Mendes, é preciso ir até Palmas (de barco-taxi, saindo de Abraão) e fazer uma trilha de cerca de 40 minutos.

COMO CHEGAR: É preciso ir até Angra dos Reis, a 120km do Rio pela BR-101 (sentido São Paulo) e lá pegar a barca para a ilha.

ONDE FICAR: A Vila de Abrãao tem mais estrutura que as demais. Mas se quiser acampar, Parnaióca e Aventureiros são boas pedidas.

Compartilhe a sua viagem para Angra dos Reis:

Procurar viagemPublicar viagem

Guia da Serra do Rio de Janeiro

SERRINHA DO ALAMBARI, no Vale do Paraíba

A região de natureza preservada localizada no caminho para Visconde de Mauá, na Serra de Itatiaia, é um dos melhores lugares para o ecoturismo, e um destino eclético de natureza bom para família, mochileiros ou casais.

estado do rio de janeiro Cachoeira na Serrinha do Alambari
Cachoeira na Serrinha do Alambari. Crédito: Rajiva.

Lá, ficam as nascentes de três rios que formam dezenas de poços e cachoeiras perfeitos para banho. Um dos mais conhecidos é o Poço das Esmeraldas, de água muito cristalina. Aproveite para conhecer, e também ao Poço da Coruja, que tem uma hidromassagem natural. Ah, sim, e esses meses de agosto a outubro são ainda mais especiais na Serrinha: é quando ocorre um fenômeno da natureza e milhares de borboletas colorem as trilhas nas matas.

ONDE FICAR: Há duas opções. Uma é ficar em Penedo, cidade mais próxima e com estrutura de restaurantes e pousadas. A outra é acampar dentro do Parque, no Camping Clube no Brasil

COMO CHEGAR: Alambari fica a 176 km do Rio, pela Rodovia Presidente Dutra em direção a Resende. Depois, é preciso pegar a saída Penedo/Visconde de Mauá.

Compartilhe a sua viagem para Alambari:

Procurar viagemPublicar viagem

SANA, na Região Serrana

Um arraial com ruas de paralelepípedo, casas, uma praça com igrejinha, e muito verde, pastos, montanhas e cachoeiras no entorno. E onde é possível, ainda, realizar atividades radicais como como rafting. Assim é o Sana, um destino de ecoturismo que já foi reduto hippie do Rio de Janeiro nos anos 80, e que hoje é um destino para quem gosta de natureza e clima zen.

O arraial é tranquilo, com clima de roça, e é abrigo de muitos músicos que se apresentam nos barzinhos. O grupo mais conhecido da região é o Raiz do Sana, que de vez em quando promove bons arrasta-pés por lá (fique de olho na agenda). Uma feirinha local chamada Cria Sana completa os atrativos, com produtos artesanais e típicos da região.

Cachoeira no Sana. Crédito: Sanatur.
Cachoeira no Sana. Crédito: Sanatur.

A cachoeira mais visitada do Sana é também a de mais fácil acesso: o Escorrega, formada por uma pedra lisa, com declive suave, em forma de escorregador. Após a descida há uma piscina natural de águas cristalinas. Seguindo pela trilha aberta na mata em direção à cabeceira do rio, há muitos outros poços e, no fim, o clímax com a cachoeira Sete Quedas.

COMO CHEGAR: Seguir pela BR-101 sentido Santos até Casimiro de Abreu, a 135km do Rio. Depois, pegar mais 28km de estrada até o Sana.

ONDE FICAR: No arraial do Sana. Descarte as opções Barra do Sana e Cabeceira do Sana, porque são mais distantes.

Gostou das nossas sugestões? Então compartilhe a sua viagem:

Procurar caronaPublicar carona

Descubra mais sobre

Aonde ir

Ao acessar o nosso site, você concorda com o uso de cookies para analisar e produzir conteúdo e anúncios adaptados aos seus interesses. Leia a nossa política de utilização de cookies

Publique uma viagem